MEMÓRIA

- 13/01/2017

I Encontro Nacional

Pela primeira vez, ANFIP reúne aposentados e pensionistas em Encontro Nacional

Memórias

Integrar para fortalecer. Este foi o mote do I Encontro Nacional de Aposentados e Pensionistas, realizado de 27 a 29 de maio de 1991. 

A realização do evento surgiu da necessidade de congregar os associados e, ao mesmo tempo, permitir uma participação mais efetiva dos aposentados nas questões associativas e também no convívio com os colegas. A ideia foi garantir esse entrosamento sem os formalismos e as obrigações estatutárias das Convenções Nacionais, que se realizam a cada dois anos, sempre nos anos ímpares. A sede escolhida foi a bela capital do Espírito Santo. Vitória recebeu os participantes com muito entusiasmo, com todos os encantos naturais, além da apurada gastronomia.

À época, o presidente do Conselho Executivo, Aniceto Martins, explicou que o objetivo não era apenas lutar por reivindicações e direitos funcionais. A ANFIP desejava manter, na Associação, esta grande família de Auditores-Fiscais da Previdência Social, em reuniões permanentes, nas quais cada colega pudesse se sentir importante como parte de um núcleo e que este núcleo se transformasse num polo irradiador de defesa da Seguridade Social. Neste sentido, os então fiscais aposentados, que durante tantos anos conviveram com as lutas da sociedade, vivendo e sentido as dificuldades da população, são peças importantes. Eles colaboraram, com o seu trabalho e experiência, nas ações que visavam o processo fiscalizatório de cobrança das contribuições que sustentam os milhões de aposentados, principalmente da imensa maioria que possui esta fonte de renda como única para sustentar a sua família, e esse conhecimento tinha de ser aproveitado.

É essa dignidade conferida pelo trabalho da classe fiscal em prol da estabilidade e da paz social da Nação que transmite a cada integrante da Auditoria Fiscal, ativo ou aposentado, a certeza de ter cumprido com sua obrigação de cidadão, mantendo seu dever de solidariedade na defesa dos menos protegidos. Foi a partir de razões como essas que a ANFIP tomou a decisão de realizar o I Encontro de Aposentados em Vitória. Os dias de realização do evento permitiram aos associados de várias partes do país uma excepcional e única oportunidade de confraternização, com reencontros de amigos, companheiros e colegas de trabalho de muitos anos. Todos tiveram a chance de dividir confidências e experiências, relembrando antigos questões e, principalmente, as lutas históricas de consolidação da classe nos, então, quase 50 anos de existência da ANFIP.

O l Encontro Nacional foi montado e organizado pelo idealismo, trabalho e abnegação da vice-presidente de Aposentados e Pensionistas, Dijanete de Souza Lima (PB), e obteve o total apoio do Conselho Executivo, dos presidentes das Associações Regionais e, principalmente, do seu público-alvo: os aposentados e pensionistas.

O associado Adhemar Módena (SP), escolhido como mestre de cerimônias, encarregou-se de conferir ao evento o brilho e a animação, como ele sempre fez com grande capacidade, transformando esta primeira experiência num sucesso inimaginável. Todos os participantes foram carinhosamente recepcionados pela Associação do Estado do Espírito Santo (Afipes), então sob a Presidência da colega Misma Rosa Suhett.

Houve também grande empenho de todos os participantes para que tudo desse certo. Os associados compreenderam que, sendo esta a primeira oportunidade de se estabelecer um novo fórum de presença e de convivência dentro da categoria, colaboraram com o melhor de seus esforços para o sucesso do Encontro.Os resultados foram tão positivos que os fiscais ativos participantes, ainda em pequeno número naquele primeiro evento, logo se uniram aos aposentados, fazendo com que o evento mudasse de nome e passasse a ser o Encontro Nacional dos Auditores-Fiscais da Previdência Social Ativos, Aposentados e Pensionistas.

Com o grande êxito do evento, os participantes aprovaram a realização de novo Encontro para o ano seguinte (1992), tendo sido eleita Florianópolis (SC) como anfitriã.

A “Carta de Guarapari”, documento presente nos arquivos da ANFIP, enfatiza o entusiasmo pela iniciativa, quando um grupo de colegas da caravana de São Paulo avaliou o evento, apresentando inúmeras sugestões que foram posteriormente aproveitadas.

Veja também

28/09/2016

Nasce uma história

No então estado da Guanabara aconteceu a primeira Convenção Nacional, que reuniu Fiscais e